quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

2010 o ano que não planejei


No fim de 2009, fiz o que sempre faço. Nada de planejar de criar resoluções para o próximo ano. Simplesmente vou vivendo e levando a vida do meu jeito simples e simpático. Essa história de planejar, traçar metas e objetivos é uma questão de organização e empreendedorismo pessoal. Uma característica que só fui aprender em 2010, o ano que não planejei.
Comecei este ano que finda do mesmo jeito que sempre fiz, sem ter a menor idéia do que fazer. Meu irmão sempre fala. Cara, você tem que ter um norte, saber onde quer chegar. Caso contrário, você não está vivendo e aproveitando a vida, você só está sobrevivendo. Ou seja, como uma folha que está solta ao veto e não sabe para onde vai. Ainda no início de 2010, conheci uma mulher muito especial e fantástica. A Lucinéia, com ela passei por bons momentos, a Lu também foi uma das responsáveis por este estudante e poeta começar a planejar a vida e pensar um pouco mais no futuro. Ela me incentivou a lutar pelo que quero, a ir atrás dos meus sonhos. Com toda essa inspiração resultou na minha entrada na Faculdade de jornalismo, uma coisa que sempre pensava, mas nunca tinha ânimo para por em prática. Agradeço a Lu por isso.
Ainda sobre o jornalismo, comecei a escrever a ter um espaço só meu na internet para falar de uma grande paixão. O tricolor da Vila, o Grande Paraná Clube. No blog do site querovergol.com.br publiquei cerca de 50 crônicas sobre o Paraná, falando mal, elogiando e dando palpites. Também comecei com meu blog pessoal, este, no qual falei sobre vários assuntos, mulheres, carros, futebol, baladas, parentes, lembranças, política e poesia. Até agora a experiências com a internet blogueira está fantástica e de grande aprendizado para este projeto de jornalista.
Já no meio do ano de 2010, conheci outra mulher especial, a Rhamena, uma garota fantástica, que vem me ensinando muito sobre os relacionamentos e sobre as pessoas e de como tratá-las. A linda loira, assim eu a chamo. Sempre ela me dá muito carinho e atenção com dedicação.  Quando estou com ela, fico muito feliz, sou muito grato a ela por isso.
No campo profissional, este ano também foi muito bom pra o Gil. Também, faço o que gosto, trabalho cercado de livros e pessoas. Isso é muito bom para um agente da informação e também para meu futuro como jornalista. Pois disse um dia Balzac, o jornalista é um vendedor de frases. Outros já dizem que somos contadores de história. Pois está é a essência do jornalismo. Contar uma boa história, um acontecimento. E para isso, estar cercado de boas pessoas no meu trabalho é fundamental. Falo dos meus colegas de trabalho e dos alunos, pessoas que convivo a maior parte do meu tempo. Isso neste 2010 que não planejei.
Novamente não planejarei 2011. Más diferente de 2010, tenho objetivos, sei onde quero e vou chegar. Que o ano vindouro seja fantástico igual a este, que minha vida continue assim.

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Para ela...

Dedico esta música para uma mulher muito especial. Ela mora longe, lá em Guarapuava. Sinto muitas saudades dela. Lu, não tenha medo de se entregar e dividir o coração...



Gosto desta música

A música é Summer of 69 de Bryan Adams. A música fala a história de um amor em que ele diz que os dias com ela foram os melhores da sua vida.

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Deixem o Homem curtir as férias


Após oito anos de intenso trabalho, o presidente Luiz Ignácio Lula da Silva irá descansar e aproveitar o seu merecido descanso. Foram 8 anos de exaustivo trabalho que culminaram na transformação do Brasil. Com toda certeza do mundo, este país está muito melhor do que em 2002. Milhões de pessoas deixaram a pobreza, outros milhares entraram no mercado consumidor. Durante todo o período de governo, Lula trabalhou intensamente pelo Brasil e pelos brasileiros.

Os brasileiros têm que se orgulhar muito deste baita estadista que deu um exemplo de administrar o país, ter a opção pelos mais pobres, pensar-nos menos favorecidos e brigar pelo direito do povo. O reflexo deste desempenho está nos 83% de aprovação e na enorme popularidade mundial de Lula. Grande Lula aproveite o seu descanso, tome sua gelada e sua branquinha. Te aguardamos em 2014

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

21 anos do meu maior amor!!!

Neste domingo dia 19/12/2010, o Paraná Clube completou mais um ano de existência. São 21 anos que convivo com o time azul, vermelho e branco. Torcer pelo Paraná é um grande amos que este poeta jornalista exerce. Melhor, não exerço. É o paranisto que escolhe as pessoas. Pois quenado você é picado pelo mosquito que transmite o paranismo, você adquire uma doença incurável.

Abaixo algumas fotos da Avalnche tricolor, realizada no sábado dia 18/12. As fotos são do site paranistas.com.br
                                 As gralhetes Juzinha e a Ariadine

Os paranistas pintando Curitiba de azul, vermelho e branco



                                       Eu junto com a diretoria da Fúria independente
A galera com punho colado

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Aumento salarial para os parlamentares



Como diz Boris Casoy: “isso é uma vergonha”
O próprio aumento que os políticos se presentearam neste fim de 2010 é um tapa na nossa cara. Agora que já passou a eleição, a corja do colarinho branco majorou o próprio salário. Para os deputados e senadores o aumento ínfimo foi de 61, 8%. Agora eles passarão a receber  cerca de 26 mil reais. Já para o futuro presidente (a) o reajuste módico foi de 133,9%. Enquanto isso, o salário mínimo para 2011 teve um reajuste de gigantescos 5,08%. Passando da dinheirama de 510 reais para volumosos 538, 15 reais.
Mas o que chama atenção em todo o processo é a eficiência do congresso em liquidar a fatura. Foram apenas 5 minutos. Que pressa, não?  Já quando é para o trabalhador conseguir um reajuste digno, ele tem que fazer greve, enfrentar a opinião pública, ser xingado de vagabundo e tudo mais. Que digam os trabalhadores sindicalizados.
Para aumentar o salário mínimo: Não tem dinheiro
Para aumentar a aposentadoria: Não tem dinheiro
Para construir hospitais: Não tem dinheiro
Para construir escolas: Não tem dinheiro
Para melhorar o salário dos Professores: Não tem dinheiro
Para investir na segurança: Não tem dinheiro
Para aumentar o salário da polícia: não tem dinheiro
Para aumentar o próprio salário: Sobra dinheiro

O que indigna é apatia da opinião pública nesses casos de assalto aos cofres públicos. Parabéns a politicagem. São competentes. Porque quem forma a agenda pública? Os jornalistas. Já que os de colarinho branco e os de toga estão acabando com o jornalismo. Não exige se mais o diploma. Portanto, nossa opinião vai sendo forjada com agentes da informação sem formação.
Então povo brasileiro, deixem de pensar no que vai fazer com a fortuna do décimo terceiro salário e vejam as coisas no Brasil

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

O trio de ferro em 2010

    
Findando o ano de 2010, o trio de ferro da capital paranaense (Coritiba, Atlético e Paraná) desempenhou papéis distintos no brasileiro. O time verde foi excelente. O  coxa ergueu a taça da segunda divisão e também se sagrou campeão paranaense de 2010. Já o time rubro-negro cumpre um campeonato regular, marcado por autos e baixos. O Atlético quase se classificou para a Libertadores da América. Só não o fez por ter perdido o técnico Paulo Cesar Carpegiani para o São Paulo. E o Paraná Clube. Este continua com seu calvário, sua sina na série b do campeonato brasileiro. Mais uma vez o tricolor só se manterá na segundona. É muito pouco. O tricolor demitiu o técnico Marcelo Oliveira e trouxe novamente o Roberto Cavalo. Este veio para fazer exatamente o que fez em 2009, livrar o Paraná Clube da terceira divisão do campeonato brasileiro.
     O futebol paranaense passa por um momento que vai de regular a bom. Pois, em 2011 teremos o Coxa e o Furacão na primeira divisão e o tricolor na segunda. Porque não querer mais? Ter novamente os três times na primeira divisão. Assim o estado terá novamente um trio de ferro ao invés de uma trinca de lata.
                                                                    

domingo, 5 de dezembro de 2010

Parabéns ao Fluminense

Parabéns ao Tricolor das laranjeiras. o Fluminense, o time de Nelson Rodrigues.

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

E a sua parte



Analisando os episódios no Rio de Janeiro fiquei pensando. Todos criticam  os governantes pela situação crítica na cidade maravilhosa. Não retiro a culpa das más administrações passadas. Más uma pergunta reverbera na minha mente. E o que nós, a sociedade fazemos para combater o crime organizado? Talvez seja culpa do famoso jeitinho brasileiro, ainda morreremos disso. Será que vc nunca comprou um produto pirata, uma encomenda do Paraguai, uma garrafa de uísque falsificada ou um cigarro genérico?. Mas é claro que nesta discussão também entra a questão dos impostos que são elevados no Brasil. Não caberia também dedicar um pouco de nosso tempo a uma ONG que combata  a criminalidade, principalmente na Infância? Porque também não praticar os conceitos de desenvolvimento Local sustentável? Fica claro que os pequenos gestos que podem render pequenas vantagens em nosso cotidiano também geram grandes conseqüências a sociedade. Devemos buscar o bem comum, más para isso é preciso que cada um de nós faça um pouco...

domingo, 28 de novembro de 2010

Quando o "Estado" quer ele pode


                                                                Foto: Folha de São Paulo

Analisando a atuação do "Estado" no Rio de Janeiro chego a conclusão de que quando as forças governamentais querem agir. Elas conseguem e devem estabelecer a ordem e o Estado democrático de direito.
Hoje foi preso um dos assassinos do Jornalista Tim Lopes. Para este marginal peço que seja queimado vivo. Pois não fará FALTA ALGUMA NA NOSSA SOCIEDADE. Fogo nele. 
Prenderam até um marginal com a tatuagem do Fernandinho Beira mar. Já estão até endeusando esses pulhas. O que anda acontecendo?
Más o Estado não pode agir somente quando a água já está no pescoço. è preciso marcar presença nas comunidades antes da bandidagem. Pois as forças públicas não chegam lá. Daí a força marginal vem e toma conta da comunidade fornecendo alimentação, renda e até "educação" para crime. Pois até nesse ponto a criminalidade  é mais organizada que o Estado. Eles planejam o futuro. E os nossos representantes que elegemos em outubro, o que pensam para o futuro?

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

202 anos de Jornalismo



                                           Hipólito da Costa: Pai do Jornalismo


No Brasil o jornalismo e a profissão de jornalista nasceram com Hipólito da Costa. Isso foi em 1808 quando este visionário fundou o Correio Brasiliense. Um jornal que circulava clandestinamente pelo então Império do Brasil. Até então o Periódico oficial era a Gazeta do Rio que era mantida pela família real.
Na história recente do país, a profissão de jornalista é com certeza a mais antiga. Qualifico “profissão” como atividade que requer um preparo antecipado antes de sua execução. Assim, a atividade de profissional da informação é a profissão qualificada mais remota na nascente sociedade brasileira.
Em pouco mais de um ano e meio de 2008 a 2009, a justiça brasileira com a ajuda de sindicatos patronais conseguiram acabar com todo um reconhecimento de uma atividade. Eles querem acabar com a teoria jornalística e com atividade profissional da informação. Más porque? Será interessante para as classes dominantes que o povo esteja sempre bem informado e construindo uma opinião pública qualificada?
Nós jornalistas precisamos de união, temos que defender este ofício da informação  Não vamos deixar eles extirparem a profissão de jornalista assim. Companheiros da informação. Comprem esta luta

sábado, 20 de novembro de 2010

Tem Vezes...

Que tu precisas de um conselho.
Que tu precisas se alegrar
Que tu precisas de um abraço
Que tu precisas chorar
Que tu precisas de um carinho
Que tu precisas desabafar
Que tu precisas de paciência
Que tu precisas esmurrar
Que tu precisas de uma gelada
Que tu precisas vomitar
Que tu precisas de uma paixão
Que tu precisas ejacular
Que tu precisas de sorte
Que tu precisas acertar
Mas tenho a esperança
que tudo mudarás

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

O reencontro com a felicidade


Tem vezes na vida em que estamos tristes, infelizes e cabeça baixa. Com a  auto estima em baixa. Nada presta, ninguém serve, a vida é uma droga. Más como o jogo só acaba quando o juiz apita. a Vida dá uma virada com gols no finzinho da partida. O que torna o lance muito mais intenso e emocionante. Um gol aso 45 do segundo tempo. Coisas do gol no coração. Assim aconteceu há uns  dois meses atrás, quando conheci uma linda loira, que me encantou desde o primeiro instante. De lá para cá, penso nelas em todos os momentos, sonho e imagino. Também tento advinhar o que estrá pensando ela sobre o poeta. A loira deu um novo norte em minha vida.  Ela é a mais nova inspiração do dpoeta que estava adormecido, amendontrado e infeliz. Agradeço a Deus. Pois tenho a consciência que só é possível ser feliz quando se tem Deus no coração. Obrigado senhor por ter proporcionado o meu reencontro com a felicidade.

domingo, 14 de novembro de 2010

Entrevista com as Gralhetes





Existe um grupo de torcedoras do paraná Clube que elas dançam antes dos jogos. São as maravilhosas Gralhetes. Este jornalista aqui teve o privilégio de conversar com algumas delas. A entrevista foi na sede da Kennedy. Um território puramente paranista.



As  Gralhetes

As  Gralhetes  são  um grupo de garotas  paranistas  que  se reúnem para  apresentar sua coreografia de dança nos jogos do Paraná Clube. O grupo começou em maio de 2010. Más  a idéia para formar as Gralhetes partiu da Diretoria paranista. Isso ocorreu em fevereiro de 2010. A partir daí a Juzinha  (capitã)  abraçou e encampou a idéia. As meninas começaram a ensaiar forte e não viam a hora de estreiar.
Este paranista blogueiro aqui teve o privilégio de entrevistar 3 delas. A capitã Juzinha, a Ariadne e a Marcela.
A primeira com quem conversei foi a Juzinha. Ela  que é uma bela morena paranista de 24 anos.
Gilmar:  Quem teve a idéia de formar o grupo?
Juzinha: a idéia partiu da diretoria paranista, daí eu abracei o projeto.
Gilmar: O que levou você a se tornar paranista?
Juzinha: É de família que é inteira paranista, freqüento a Vila desde pequena, tenho até foto com tip top do Colorado. Meu pai era Colorado ( Boca negra) e sofredor. Pois o Colorado só tem um meio título dividido com o Cascavel. Neste momento percebo que a Juzinha entende do tricolor
Gilmar: Qual a motivação que leva você a se apresentar na Vila, no ginásio?
Juzinha: Ah! É o amor pelo Paraná.
Gilmar: Você já conhecia alguém antes do grupo das Gralhetes?
Juzinha: Ah! Eu já era amiga da Ariadne.

Já a segunda gata paranista que conversei foi a Ariadne. Uma linda paranista de 18 anos e com nome de princesa. Não só nome.
Gilmar: como você virou paranista?
Ariadne: Sempre gostei de futebol, até já joguei. Más por um problema no joelho,  tive de parar.  Virei paranista pela convivência com meus primos paranistas.
Gilmar: Seu pai??
Ariadne: Não meu pai é santista.
Gilmar: qual a motivação que leva você a dançar na Vila, no Ginásio?
Ariadne: É o orgulho de representar o tricolor.
Gilmar: Você já conhecia alguém antes das gralhetes?
Ariadne: Já conhecia a Juzinha e as outras meninas eu conhecia da vila Capanema.
Já a terceira que conversei foi a Marcela, uma bela paranista de olhos azuis-esverdeados com seus 22 anos.
Gilmar : Como você se tornou paranista?
Marcela: Foi a família, meu pai torcia para o Pinheiros, o lado azul do tricolor.
Gilmar: O que leva você a dançar, a se apresentar?
Marcela: É o amor e o orgulho de representar o Paraná Clube.
Gilmar: Você já conhecia alguma menina antes das gralhetes?
Marcela: Acho que todas nos conhecemos na vila
Gilmar: Desde quando você participa do grupo?
Marcela: Desde Junho deste ano. Antes da copa.


Sou um privilegiado de  poder ter entrevistado as Gralhetes.



sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Um Herói eterno!!!




Nesta sexta feira 12 de novembro estréia nos cinemas de todo o país o Documentário Sobre o Campeão eterno Ayrton Senna.. Mais uma justa homenagem para aquele que considero o maior esportista e herói brasileiro de todos os tempos. Sem comentar que ele também foi o maior piloto.
Com toda certeza nunca mais veremos na formula 1 um piloto da envergadura técnica e psicológica de Senna. No seu primeiro teste na categoria, ele já quebrou o recorde da pista. Isso aconteceu na Willians em 1984. O Frank Willians ainda andava. Ter recusado Senna naquela tarde  foi o maior arrependimento de sua vida. 
E aquela corrida no grande prêmio do Brasil em 1991 em que ele ganhou somente com a sexta Marcha. Nuca mais. Senna era um cara determinado em busca da Vitória, Ele não aceitava outro resultado.
O fato mais importante que o Rubens Barrichello fez na carreira foi ter elaborado a comparação entre Senna e Schumacher. Ele disse certa vez: " o Shumacher pode ser melhor que o Senna numa volta, más não numa corrida". 

Com o Ayrton, o brasileiro se sentia mais forte e poderoso, ele encorajava os compatriotas a lutar, a 
buscar o melhor. Grande Senna. Nunca mais teremos um brasileiro como este.

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Quem paga a conta?

Passadas as eleições de 2010. Um novo velho assunto começa a assombrar os curitibanos. è o aumento da tarifa de ônibus em Curitiba. Especialistas da URBS ( Urbanização de Curitba S.A) já falam em uma passagem com valor de 2,50. Hoje é de 2,20.

Neste ano aconteceu a esperada licitação do transporte coletivo de Curitba. Esse processo é aguardado há mais de 30 anos. Para justificar o aumento da tarifa , as empresas de Õnibus alegam que passaram por novas regras no processo de licitação. Outro fator que as empresas apontam é o aumento de salários de motoristas e cobradores em fevereiro próximo. Más a subida de salários é um direito do trabalhador. è o período de data-base da categoria.

Quem pagará a conta? Nós os usuários do transporte. O Povo que  anda "socado", enfiado nos coletivos. E como fica o belo lucro das empresas de transporte? Essas controladas por poucas pessoas em Curitiba. Será que haverá mais veículos para atender a população?

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Quem é Burro???

                                                  Charge: Tiago Recchia
                                                                          Charge: Paixão

Como eu sempre digo. Inteligência não é acúmulo de informação é competência para agir. Com os problemas no ENEM  no ano passado e neste ano. Fica muito evidente que o competente ministro Fernando Haddad está muito mal assessorado no Ministério da Educação. Digo. Ministro  chega de indicação política. o Brasil carece de gente competente nesta importante pasta. Ela é essencial para o Futuro do Brasil.

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Se eu fosse um animal...






Com toda certeza do mundo eu seria um Gavião Real ( Harpia harpyja). Ela é uma ave de rapina.É  Considerada a ave mais poderosa do mundo tanto na força quanto na altitude de voo. Suas asas abertas medem cerca de 2m. Seu tamanho pode chegar a 1 metro. O Gavião real  possui garras do tamanho das de um  urso grande. Essas garras são capazes de esmigalhar um crânio humano, sem contar seu bico forte que permite estraçalhar a carne da presa. Pois o gavião quando se alimenta, primeiro ele destrincha todo o o animal capiturado começando pela cabeça. Já a sua visão é 10 vezes mais potente que a nossa, seu assovio é longo e estridente podendo ser ouvido a 1km de distância. Pena que esteja em extinção devido ao desmatamento. E por fim é a maior ave de rapina do planeta.

sábado, 6 de novembro de 2010

Um Dia com o Opala
Sábado, 8 horas da manhã. Meus olhos abrem lentamente e brilham com o céu límpido, azul. Minha mente é agil ao imaginar o que virá no resto do dia. Levanto, coloco uma roupa leve, confortável, para que me sinta melhor ainda dentro do bólido, do meu bólido. Não esqueço do detalhe: o boné com a bow-tie gravada, comprado há alguns anos naquele Chevy Show nos Estados Unidos, enquanto eu admirava tantos Camaros e Corvettes.

Passo rapidamente pela sala. Surge a pergunta: Aonde vais ? Respondo com o chacoalhar do chaveiro, a altura dos meus olhos. Mais uma vez, gravado nas chaves, o mesmo bow-tie do boné que paira como um prêmio sobre minha cabeça. Chego na garagem e olho para ele. Impávido, sereno, iluminado por alguns raios de sol que entram pelas pequenas janelas da garagem, parece com uma fera adormecida. Penso: que tal acordá-la e domá-la?

Caminho em sua direção, o coração bate mais forte, são passos apreensivos. Abro a porta e posiciono-me confortavelmente. Ora...estou sempre confortável dentro dele. Meus olhos focam rapidamente os retrovisores. Ajusto a altura da direção, a distância do banco. Pensando bem...para quê ? Estão todos viciados na mesma posição do dia em que ele chegou. Minha mão caminha lentamente na direção do contato. Pouso o pé lentamente sobre o acelerador. Examino o câmbio. Como um maestro, giro a chave triunfalmente e a orquestra responde! Lembro-me, então, daqueles anúncios do Opala com o maestro Diogo Pacheco. Rapidamente, calco no acelerador e a resposta é imediata. O som, inconfundível. Um ronco forte, decidido, quebra o silêncio da garagem. Engato a primeira, saio lentamente. O torque aparece: saio da garagem sem problemas.

Após alguns minutos de trânsito, o óbvio: todos reparam nele. Seria seu desenho clássico ? Não...afinal, clássico seria um Jaguar. Seria, então, sua potência, evidenciada naquelas arrancadas afobadas nos sinais ? Naquelas balançadas que o carro dá quando aceleramos no sinal...e que perdoem os proprietários de brinquedos de 1000 cilindradas. Seria então, seu porte, seu tamanho e status? Ora...não é nenhuma Mercedes! Então por quê todos aqueles motoristas anônimos, dirigindo seus motorezinhos euro-brasileiros de um litro estariam a reparar no Opalão?

Rumo, então para aquela estrada litorânea, que sempre considerei o circuito ideal. Sempre imaginei o Emerson e talvez o Piquet naquela estrada, pilotando o Opalão. Pensando bem, o Piquet não: ele nunca foi com a cara dos Opalões.

Piso gradativamente no acelerador: a Orquestra Sinfônica de Berlim...Ooooppps...os seis 'canecos' do Opalão respondem vigorosamente. Surge a primeira curva e penso: agora, só eu e você. As curvas aparecem rápido...a carroceria oscila e me vem a mente a ocasião em que apresentei o primeiro Opala para a turma. O dono do Golzinho GTI gritou: ' Opala é carro de pai!'. Sempre respeitei a característica 'pai' do meu Diplomata e para compensar tal 'vício', fazia as curvas com os braços alertas e uma pressãozinha extra no acelerador. As curvas cessam. Surge a reta imponente, absoluta. As marchas sobem rapidamente. O conta-giros trabalha como um louco, mas, em vão. Ouço com carinho a 'orquestra' trabalhar. Quando precisa mudar, mudo com vigor. Aquele zumbido característico é cada vez maior: o vento passa rapidamente pelos retrovisores e olho para o velocímetro: 180. O ar flui pela grade e acaricia o bow-tie prateado que observa o caminho. Não satisfeito, passo do 'vermelho'. Os seis cilindros gritam impacientes e parece que estou num túnel: Só vejo o painel, o horizonte pouco nítido e as faixas brancas no chão, que o Opala devora com facilidade. Cheguei ao céu! As oscilações do asfalto passam e fica aquela sensação agradável, a suspensão macia (e pergunto aos engenheiros da GM: não poderia ser mais 'durinha') trabalha e só ouço o zumbido característico, a 'orquestra' sob o comando de Karajan e o atritar dos grandes pneus sobre o asfalto quente.

Subitamente, algumas gotas de chuva atingem o pára-brisas. Diminuo porque o Opalão nunca se deu muito bem com chuva. Mas, mesmo assim, a sensação de pisar fundo no meio das curvas e sentir a traseira começar a te acompanhar é incrível! Volto a terra: Surge um caminhão e tudo desmorona: Pressiono rapidamente o freio, e procuro trata-lo com carinho. Sinto que os pneus já reclamam e modulo, lentamente. Zero. O Opala olha com fúria para o motorista do caminhão, já ciente da grande besteira que fez. Já o motorista aqui reclama com duas fortes aceleradas. Foi como impedir que o alazão percorresse o campo livre, numa incessante busca pela liberdade.

Retorno cantarolando aquela musiquinha do comercial do Opala 82...'É no silêncio de um Chevrolet que seu coração bate mais forte...', pensando: Ora, é tudo. O estilo, o motor clássico, pesado. Seu comportamento ora comportado, ora rebelde. A 'cintura' alta que remonta os velhos Camaros. A excelente fama de carro forte, robusto. A logotipo reluzente ostentando o sobrenome dos irmãos que começaram tudo: Chevrolet. Ou talvez aquela, do outro lado, que sempre despertou tanta admiração: 4.1/S. Ou os comentários de sempre: 'viu o Opalão? Era um 'seis canecos!'.

É por tudo isso, e, com certeza, por mais alguns motivos que gosto tanto do inesquecível Opala. Obrigado, General Motors: Sem vocês, esse prazer seria impossível.
Julio Cohen

texto do site opala.com

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Coisas que gosto!!!





Olá pessoal. Já falei aqui mesmo neste espaço o quanto gosto de Opala. Agora encontrei a foto de um Opala parecido com o que meu pai teve. Cresci dentro deste carro. Dele tenho as lembranças da melhor época da minha vida. O carro lembra meu velho pai, minha querida mãe e toda felicidade da nossa família.
Observem a qualidade dos carros de antigamente. Vejam o acabamento, os detalhes cromados, as calotas de alumínio e os bancos de couro. Sem contar o espetacular teto de vínil. Com toda certeza é um belo carro.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Um pouco de Coluna Social

No último sábado 30/10 foi comemorado no Victória Villa o aniversário da modelo Regi Oliveira. Que Deus te de toda felicidade do mundo Regi. Mais uma primavera desta bela mulher. Um super beijo. E quem não compareceu, perdeu...


Regi ( de verde) a Mari ( Roxo) e a Carisla (renda) Amanda ( Bege)


O Cidadão e a Dyonne

O Gil muito bem acompanhado da Carisla e da sua amiga Amanda

Somente alegria
Eu, minha Irmã ( Mari) e meu cunhado Júnior

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Hoje dia 29/10...


É o dia nacional do livro. Para comemorar a data. Coloco uma foto do meu ambiente de trabalho. Adoro o que faço. Trabalho na Biblioteca do Grupo Educacional Uninter. Atuo na Faculdade Facinter no campus Garcez. Fazer o que gosta é muito bom.

                                         
                                     “Um livro aberto é um cérebro que fala;
                                       Fechado, um amigo que espera;
                                       Esquecido, uma alma que perdoa;
                                       Destruído, um coração que chora".

                                                                   Voltaire

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Um senhor Deputado


Nesta terça feira, 26, foi sancionada pelo governador Orlando pessuti a Lei da Transparência. Essa lei surgiu como resposta a grave crise que assolou a Assembléia Legislativa do Paraná. A famosa farra dos Diários secretos. Pois vários deputados e diretores da casa contratavam funcionários fantasmas e escondiam seus atos em diários "secretos".
Agora, a Lei da transparência preve que órgãos públicos, empresas públicas e autarquias publiquem seus gastos no diário oficial do estado. E além disto, terão que disponibilizar essas informações nos seus sites oficiais.
Para relembrar o Leitor. O primeiro Deputado que denunciou este escândalo foi o Deputado Tadeu Veneri.
Não é nenhuma surpresa. Pois este já travou batalhas contra a aposentadoria especial dos deputados e também contra o nepotismo. é um baita parlamentar.
A lei da transparência surgiu da Pressão pública e da OAB-Pr. Más quem oficialmente à apresentou na Assembléia foi o citado Deputado. Taí um representando que faz jus ao seu mandato. Deve ser por isso que está indo para o terceiro. Com toda certeza ele faria muita falta ao legislativo paranaense.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Lula um Estadista sem diploma.

O novo indíce de aprovação do governo Lula (82%) nos mostra que para ser um grande presidente não é preciso ser formado. Ser um acadêmico perfeito. Vejam o caso de Abrahan Lincoln que foi presidente doEUA. Na juventude, Lincoln foi lenhador, peão de moinho e serralheiro. No entando foi um dos maioreestadistas norte americano. Durante seu governo ele enfrentou a Guerra da Secessão e estabeleceu alibertação dos escravos. Ele foi um baita governante.                                                                                
Aqui no Brasil, Lula transformou o País. 28Milhões de pessoas saíram da pobreza, outros 36 milhões ingressaram na classe média. O Bolsa família alimenta cerca de 40 milhões de pessoas. Considero isso muito importante. Vivemos em uma época de quase pleno emprego. Pois o índice de desemprego está em 6%. Nunca se vendeu tantos bens de consumo ( Carros, geladeiras , televisores e elétro-dmésticos em geral), grande parte da população tem acesso a internet. Podemos contar também as milhares de vagas nas universidades Federais como o Prouni que concedeu 705 mil bolsas de estudo. Ainda têm o Pré-sal que colocará o Brasil entre os 5 maiores produtores de petróleos do Mundo, e a Petrobrás é a segunda maior petrolífera do planeta. Vivemos num país forte dinãmico e robusto. Isso são méritos de um operário que chegou a presidência após três eleições. Um cidadão que nasceu sob o signo da miséria da falta de esperança. Más ele sempre lutou. nos anos 70, Lula brigou muito para melhorar a qualidade de vida dos operários. è só analisar as condições de trabalho nas fábricas antes e após a década de 70. Uma pessoa não torna-se líder por acaso ele nasce com a liderança com o dom de comandar com a sensibilidade para com os mais necessitados. Lula apresenta o dom da comunicação. Especialmente com os mais pobres, o povo. Isso faz dele um gênio político pós moderno e também o maior presidente da história do Brasil.
Garotas 8 segundos: um quinteto de rosas




Foi em 2008. Um grupo amigas começou a se reunir para dançar nas baladas sertanejas de Curitiba. O tempo foi passando e as meninas descobriram muitas afinidades.Que não eram somente na dança. Com isso elas começaram a se apresentar numa casa sertaneja de Curitiba. Foi um estouro. Cada vez que as garotas adentravam no palco, a galera ia a loucura. Não era somente pela sincronia dos movimentos que o sucesso crescia. Todas lindíssimas. Outro ponto de destaque é a simpatia das moças. Assim já é covardia. Todas belíssimas e simpáticas. é quase a perfeição. Assim o sucesso chegou mais rápido e o grupo começou a fazer muitos shows fora de Curitiba e até do Paraná.
O Grupo é formado Deise, Daniele, Daiana, Kely e Talyta.  A Capitã Deise e a Daiana estão desde a primeira formação do Grupo. Este quinteto de loiras rosas quando se apresenta elas inebriam a multidão, roubam os sentidos nos presenteiam com a alegria e a felicidade. Coisas que só a dança pode proporcionar. Como Curitiba é a capital sertaneja universitária essas Garotas 8 segundos são as Rainhas do sertanejo.


Para quem quiser contratar as Garotas: 41-78170101

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Dia Nacional do Poeta.


Hoje dia 20 de outubro é o dia nacional do poeta. Ser poeta é ter um pensamento em constante ebulicão, explosão, indignação e inquietação. Más também é ter um puro traço da alegria, do desejo e do prazer alcançado. Não posso esquecer. Sou poeta e vivo cotidianamente essa ebulição com prazer.
Para homenagear  todos os poetas. Cito o maior deles vivo. Simplesmente Ferreira Gullar. O Maior poeta Brasileiro vivo.


Aqui vai um de seus poemas

Traduzir-se

                    Uma parte de mim
                    é todo mundo:
                    outra parte é ninguém:
                    fundo sem fundo. 
                    Uma parte de mim
                    é multidão:
                    outra parte estranheza
                    e solidão. 
                    Uma parte de mim
                    pesa, pondera:
                    outra parte
                    delira. 
                    Uma parte de mim
                    almoça e janta:
                    outra parte
                    se espanta.
 
                    Uma parte de mim
                    é permanente:
                    outra parte
                    se sabe de repente.
 
                    Uma parte de mim
                    é só vertigem:
                    outra parte,
                    linguagem.
 
                    Traduzir uma parte
                    na outra parte
                    - que é uma questão
                       de vida ou morte -
                       será arte?

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Olhar da infelicidade






Certa vez existiu um rapaz que nunca soube o que era o amor e nem se apaixonara. Numa noite de sábado ele conheceu uma balzaquiana que o encantou desde seu primeiro contato com ela. Os dois foram se conhecendo e descobrindo coisas, intimidades e afinidades. Quando ele pediu ela em namoro foi fantástico. Pois  seu coração estava acelerado, seu olhar embaçado e sua voz não saía. Com toda certeza foi o momento mais belo de sua vida. Este jovem extremamente romântico viu crescer um amor de cinema. Cada vez que ele a via seu olhos brilhavam,  seu metabolismo se descontrolava e seu raciocínio embaralhava. O jovem fazia de tudo para encantar sua amada. Não faltava flores, presentes, poesias e muito carinho com dedicação.
Aqueles foram os melhores dias da vida do jovem apaixonado. Ele sonhava muito em ficar para sempre com a balzaquiana. Ela deu um novo sentido em sua vida. Deu-lhe novamente a capacidade de sonhar e buscar  seu sonho. Foi tudo muito lindo. Más como tudo não é perfeito acabaram se separando. Foi uma flechada no seu coração romântico, no seu pensamento apaixonado e no seu ego triturado. Seu peito dói muito até hoje. Ele pensa nela todos os dias desde que ela o deixou. Más ele não guarda nenhuma mágoa da balzaquiana. Ela o ensinou muito da vida. Pois trata-se de uma mulher admirável, apaixonante e incrível. Ele nunca a esquecerá. 
Ainda ele a ama!


Olhar da Infelicidade 


olho para a marechal
e vejo a saudade
que me arrebenta o peito
e me traz a infelicidade
que me esmaga
o coração com crueldade
explodindo meu desejo
com tenacidade.

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Che Guevara

Hoje 08 de outubro é o aniversário de assassinato do Grande homem Ernesto Che Guevara. Ele morreu no dia 08 de outubro de 1967. Che foi executado an Bolívia. Com toda certeza ele era um homem a frente do seu tempo. Lutou muito pela justiça social na América Latina. Muito o acusam de terrorista como fazem com a Dilma Roussef. Mas ser terrorista é querer um mundo mais justo, humano e igualitário. Também sou um terrorista. Um estudante, jornalista terrorista. Se existissem mais homens como Che. Com toda certeza  a convivência entre os homens seria bem melhor e mais harmoniosa. Pois Guevara era um humanista que acreditava nas pessoas.

"Se você treme de indignação quando se comete uma injustiça no mundo, então somos companheiros. Isto é o mais importante."  Che Guevara

sábado, 25 de setembro de 2010

Minha Musa Lisandre



Uma rosa, uma diva
uma menina, um sonho
um desejo, uma alegria
um sorriso, um gracejo
uma lua, um sol
uma mulher, uma amiga
que desperta e inspira 
este seu admirador
e eterno poeta!!!
Gilmar Sergio

O Rei do asfalto

Agora falarei sobre uma paixão do Brasileiro. O carro. E este que falo é muito especial porque é  o Opala. Um carro que foi eleito pela revista Autoesporte como o carro brasileiro do século XX.
Gosto e admiro o Opala porque cresci dentro de um. Sem falar no seu desenho que é clássico e lindo. É um muscle car.
 Já o motor é pura força e torque. os seis cilindros não trabalham como uma orquestra. Eles atuam com a força, rítimo e a alegria de uma escola de samba. Nada mais nacional. O Opala é um carro que não anda, ele desfila com seu charme, conforto e se precisar potência. Quem nunca sonhou com um opalão? quem nunca viu sua frente imponente pelo retrovisor? Quem nunca foi ultrapassado por um e viu o 4.1? e comentou: aquele é um 6 caneco. Quando se está ao volante de um Opala você tem a sensação que controla o mundo, a força e o destino. Um carro novo daqui há 10 anos será um veículo velho. Já um Opala daqui há dez anos será mais clássico ainda.

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Lula o filho do Brasil

O filme sobre a trajetória de Lula foi o indicado para concorrer ao Oscar de melhor filme de língua estrangeira.O filme  foi dirigido por Fabio Barreto. Nada mais justo porque a película é muito boa. Tem grandes atores e um enredo é fantástico.

A trajetória de Lula é brilhante. Esse grande homem público que saiu da seca para tornar se líder sindical e posteriormente um gênio político pós-moderno. Seu  poder de comunicação não conhece fronteiras. Muitos criticam Lula por não saber falar. Más de que adianta  ter um português impecável e não ter nada a dizer? Inteligência não é acumulo de informação e sim competência para agir.

Lula o filho do Brasil. A história de um brasileiro de verdade que chegou lá. Nunca tivemos um chefe de estado autenticamente brasileiro com espírito nacional.
Foto: portal G1

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Saudades da Minha Mãe

Oi pessoal

Se você tem sua mãe. Cuide dela. Mãe sempre é especial. A minha  partiu há dois anos. Sinto Muita falta dela. E para os Homens, não esqueçam. Nenhuma mulher vai cuidar e gostar de ti como a sua mãe.
Segue um acróstico que fiz para minha mãe no aniversário dela. Foi um belo presente...

Encanta pela
Rara preciosidade
Orgulha pela coragem
Notória que
Dignifica e sempre
Impressiona
No que faz de melhor
Amar os filhos.

Gilmar Sergio